quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Chapada, e mais mudanças no roteiro

Na MT-344, que peguei para chegar em Dom Aquino, encontrei as subidas mais íngremes desde o início da viagem. Mas valia o esforço por me tirar do trecho da BR-163, entre Rondonópolis e Cuiabá, conhecido como "corredor da morte". Havia caminhões, mas em número muito menor. Continuei por ela na manhã de 25 de agosto, e parei para um lanche em um posto de combustível em Campo Verde.

Ali comi um salgado com refrigerante, enquanto ouvia "As Andorinhas" por Chitãozinho e Xororó. Abasteci também minhas garrafas com água gelada pelo que seria a última vez no dia. À tarde pedalei pela MT-251 para chegar na cidade de Chapada dos Guimarães, e estranhamente não encontrei mais água gelada que não fosse mineral. Essa é uma região turística, e talvez por isso não haja demanda por água de torneira.

No outro dia segui por uma bonita estrada que corta o Parque Chapada dos Guimarães e termina em Cuiabá. A vegetação de cerrado é nítida por ser uma área protegida. Não há acostamento, e os caminhões dão lugar a turistas que dirigem como loucos.

Em Cuiabá eu ficaria parado por 6 dias e receberia a visita de minha namorada para visitarmos juntos a Chapada e a Transpantaneira.

Fiz também uma mudança importante no roteiro. Eu iria a Porto Velho para depois percorrer a Transamazônica, mas depois de pesar vários fatores concluí que não vale a pena tanto esforço (mais de 4000 km) apenas para conhecer o Parque Nacional da Amazônia. Em vez disso seguirei para Matupá, pelo que chamam de "Nortão", e pegarei a MT-322 para São Félix do Araguaia. Passarei pela Reserva do Xingu, Ilha do Bananal, Jalapão e Chapada Diamantina. Chegarei então em Salvador e começarei a visitar as praias nordestinas mais ao norte. Isso me dará a vantagem adicional de pedalar com bastante vento a favor, pois ele sopra sempre de Leste para Oeste na região.

Estatísticas:

Dia 25 (Chapada dos Guimarães): 127,66 km @ 16,51 km/h, 1529 m ↑
Dia 26 (Cuiabá): 70,91 km @ 18,99 km/h, 658 m ↑

Total: 2694 km

IMG_3234 - Subida na MT-344

Subida na MT-344

IMG_3240 - Macaco-prego na MT-344

Macaco-prego na MT-344

IMG_3247 - Redemoinho de vento na MT-344

Redemoinho de vento que me engoliria segundos depois de ser fotografado

IMG_3248 - Algodão na MT-344

Algodão na MT-344

IMG_3249 - MT-344

IMG_3270 - MT-251

IMG_3277 - MT-251

IMG_3279 - MT-251

Chapada dos Guimarães

IMG_3285 - MT-251

O cerrado na MT-251

IMG_3288 - Chegada em Cuiabá pela MT-251

Chegada em Cuiabá